Novo Normal

Como vimos em minha thread do dia 23/01 — sobre o artigo do Jeffrey Tucker para a @Mises_Brasil — o Lockdown seria uma nova ideologia totalitária e estaríamos Vivenciando o novo fanatismo do século.

Considerando que isso, por si só, já seria assustador, na sanha de controlar ainda mais o povo, os ditadores da ciência sem comprovação nos obrigam a acharmos normal o que outrora, era considerada um problema mental, mas que agora foi elevado à condição de “consciência social”.

Estou falando de misofobia e do uso da máscara!

Misofobia — também chamada de germafobia e germofobia, é o medo patológico de germes. Nesse caso o termo “germes” refere-se amplamente a qualquer microorganismo que possa causar doenças — por exemplo, bactérias, vírus, fungos ou outros.

Acontece que, agora mesmo, quem se sente desconfortável com o uso prolongado da máscara é obrigado a usá-la, mesmo se estiver em um local onde todos estejam usando, sobre o protesto de ser considerado um inconsequente ou desajustado.

Ou seja, o que antes era misofobia (distúrbio mental, por medo de contaminação), passou a ser “consciência social”, e o que era normal (não usar máscara) passou a ser “desajuste social”.

Sendo que esse “desajuste”, além de despertar a revolta dos politicamente corretos, ainda pode gerar punições.

Em junho de 2020, foi aprovada pelo senado e sancionada com 17 vetos pelo Presidente, a Lei 14.019/2020, que obriga o uso de máscaras em locais públicos, como caminhar pelas ruas e praças.

Entre os vetos, está o uso de máscara em locais fechados, pois houve o entendimento de que o termo ‘local fechado’ é muito amplo e pode ferir a inviolabilidade do lar.

E, nessa sandice, ninguém se preocupa com as consequências psicológicas sofridas pelo uso prolongado de máscara, até porque é justamente esse descontrole e submissão que interessam aos novos ditadores da seita da terra parada.

Se a função da máscara é proteger o usuário, quem quiser se proteger ou pense que deva, que a use — sem se importar, agredir, ou pedir a punição de quem acredita que não deva.

Lembrando sempre que o próprio cavaleiro do apocalipse, o senhor de todas as agruras, do fique em casa, do use a máscara, e da “previsão” de um milhão de mortes por Covid-19, Atila Iamarino, falou em vídeo, que as máscaras, mesmos as cirúrgicas, não te protegem do Covid.

--

--

--

Pai de família, conservador

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Adilson Veiga

Adilson Veiga

Pai de família, conservador

More from Medium

Journal of the Plague Year: Part III

I Wrote a Novel About COVID-19…in 2013

Image of digital and paperback version’s of author’s book, “Epidemic” shows hospital room.

A problem with Maus

“Maus” is All Our Stories